Policial

Conselho de Segurança quer discutir formas de aproximar população da polícia

Na pauta da última reunião do ano, o Conselho Municipal de Segurança de Rio Negro (CONSEG) vai discutir formas de aproximação entre a população e as polícias Civil e Militar. Segundo o empresário e presidente do CONSEG, Marcelo Goetten, é preciso conscientizar que uma das principais formas de combater o aumento da criminalidade é registrando o boletim de ocorrência. A próxima reunião será no dia 11 de dezembro, na sede do Amigos da Bola.

 

“O governo trabalha em cima de números, e quando o cidadão deixa de registrar o boletim de ocorrência, de certa forma está contribuindo para que as coisas fiquem como estão. A medida que os números aumentam em determinada região, ações de segurança pública também é direcionada para aquela área ou local, essas ações podem ser desde maior número de rondas até o aumento do efetivo policial”, pontua.

 

Ainda segundo Marcelo, o tema segurança pública é complexo e precisa ser lavado em consideração uma série de outros fatores, como força política e a mobilização da sociedade. Mesmo assim, é possível realizar grandes ações com gestos simples, como por exemplo, as denúncias anônimas. Elas são excelentes ferramentas de combate à criminalidade porque direcionam as equipes de investigação, encurtando inclusive o tempo que os policiais levariam para chegar a uma determinada informação.

 

“Até pouco tempo atrás o Conselho estava desativado. A reativação foi uma caminhada árdua, entretanto, sabemos que será recompensador quando começarem aparecer os primeiros resultados. Não queremos nos promover politicamente, apenas fazer nossa parte quanto cidadão, e todos que tenham esse mesmo pensamento são convidados a participar do Conselho Municipal de Segurança de Rio Negro”, pontua.

 

As reuniões do CONSEG são mensais e acontecem na segunda segunda-feira do mês, às 19 horas, no Clube Rio Negrense.

Publicidade

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.