Mafra

Violinista mafrense se apresenta para usuários da Policlínica de Mafra

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Mafra, através da Policlínica Municipal de Saúde, tem realizado, em dias alternados, neste mês de dezembro, uma experiência de acolhimento aos usuários com uma agradável música tocada ao vivo, pelo estagiário e violinista Gabriel Lachowicz.

 

O acolhimento é uma diretriz da Política Nacional de Humanização que concretiza os princípios básicos do Sistema Nacional de Saúde (SUS). A sala de espera insere-se na discussão teórica e prática do acolhimento.

 

– Continua após a publicidade –

 

A escolha pela música ao vivo, está ancorada na ideia de tornar o ambiente de “sala de espera”, um espaço de criação, expressão livre, rompimento com o silêncio nocivo, com a monotonia, passividade e a sensação de tempo perdido.

 

A música contribui, para harmonizar o ambiente, tranquilizar os sentimentos e aguçar o diálogo entre os usuários, além de fazer, por alguns instantes a dor ficar em segundo plano.

 

O músico Gabriel afirmou que muitas vezes enquanto aguardam pelo atendimento, os pacientes estão ansiosos ou apreensivos. “A musicoterapia em um ambiente de saúde faz toda a diferença e pode contribuir para a melhora física e mental do paciente. A música é puro estado vibracional e influencia diretamente no estado de espírito. Consequentemente uma mente harmonizada é capaz de regular o estado físico do ouvinte, sendo benéfico para o processo de saúde dos pacientes”, concluiu.

 

Esta iniciativa tem caráter experimental, mas para o ano de 2019, a Equipe de Humanização da Secretaria Municipal de Saúde, planeja ampliar esta ação como estratégia de humanização em diferentes ambientes e serviços públicos.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.