A mil por hora

Super Drift Brasil: conheça a categoria que ficou famosa pelo filme Velozes e Furiosos

 

Se você gosta de filmes hollywoodianos provavelmente já assistiu aos filmes da serie Velozes e Furiosos. Entre as manobras e a adrenalina das telonas, o terceiro longa da série, que se passa em Tóquio, mostra o universo do esporte que proporciona quase uma atmosfera de show para o público. Ficou curioso? Saiba mais detalhes sobre essa categoria repleta de adrenalina.

 

O Drift ou drifting consiste em uma técnica de direção onde os carros derrapam propositalmente nas curvas. Nesse tipo de competição os veículos deslizam nas curvas deixando a parte traseira escapar. O piloto gira o volante deixando as rodas dianteiras na direção contrária da curva, o que faz o carro, literalmente, andar de lado em alta velocidade proporcionando a emoção da competição.

 

O esporte iniciou no Japão na década de 70/80 e se espalhou por todo o mundo, onde existem competições e grandes marcas fabricantes dos modelos. Porém, também existem as corridas de rua ilegais (fato que baseou o longa Velozes e Furiosos).

 

Para competir, os veículos devem ser leves, ter tração nas quatro rodas, alta potência e bom sistema de resfriamento para aguentar as manobras da competição. Também, devem ter suspensão reforçada e pneus ajustados as exigências do carro nas condições desse tipo de corrida. Claro, os veículos também dispõem de toda a segurança necessária para os pilotos que também disputam utilizando equipamentos de segurança.

 

Alguns dos modelos mais populares para o Drift são os carros japoneses Toyota Corolla AE86 GTS, Nissan Silvia, Nissan Skyline GTS-T, Nissan Sil-Eighty e Mazda RX-7.

 

Mas os competidores precisam de muito mais do que velocidade. Nas batalhas os juízes avaliam ângulos, agressividade e estilo de cada piloto. E, também, as manobras radicais. Por isso, os pilotos precisam de conhecimento técnico e mecânico para um melhor desempenho.

 

Além das competições oficiais mundo a fora, o drifting também é popular no mundo dos games. Alguns dos jogos mais famosos são Daytona USA, Project Gotham Racing, OutRun e Ridge Racer, por exemplo.

 

Piloto Bruna Genoin, única mulher a competir no Super Drift Brasil, com seu Nissan 350z

 

E a categoria tem sua versão nacional. As corridas chegaram ao Brasil em 2006, mas a popularidade veio somente na década de 2010, com o primeiro evento realizado em Itu-SP em 2011. Mas a organização de um evento nacional só ocorreu mais tarde em 2015. Chamada “Super Drift Brasil” a competição ocorre em etapas espalhadas por diferentes regiões do país, com status de campeonato brasileiro e homologado pela CBA. Com o desenvolvimento da competição o brasileiro se tornou uma das maiores competições da América Latina.

 

Para participar do campeonato os pilotos devem ter carteira P.D. (Piloto de Drift) que é expedida pela própria CBA (confederação Brasileira de Automobilismo). Atualmente o campeonato conta com 16 pilotos ao total e entre eles uma representante feminina, a catarinense Bruna Genoin.

 

No Brasileiro são usados os modelos Chevette, Nissan Silvia, Mustang Fastback 1965, Toyota Mark II, BMW 325, Nissan 240sx e Nissan 350z.

 

Informações:

Site oficial: www.superdeiftbrasil.com.br

Instagram: @superdeiftbrasil

 

Fontes: site Super Drift Brasil, Globo Esporte

 

– Continua após a publicidade –

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.