Mafra

Carteira Nacional do Artesão será cobrada para participação de feiras e exposições em Mafra

 

Um ano após o início da emissão da carteira profissional de artesão na região, foram emitidas apenas 10 carteirinhas para Mafra, duas para Itaiópolis e 22 para Rio Negrinho.

 

A baixa procura pelo documento preocupou a diretora de Cultura de Mafra, Eliane Villa Lobos Strapasson, pois a partir deste ano, os artesãos somente poderão expor e comercializar seus produtos mediante apresentação da carteirinha.

 

– Continua após a publicidade –

 

Ela explicou que a secretaria de Educação, Esporte e Cultura pretende realizar a partir deste ano, exposições e feiras culturais, ligadas às tradicionais celebrações nacionais. E que desta forma, deseja oportunizar aos artesãos locais a possibilidade de participação, o que não será possível sem a carteira.

 

Para que estejam devidamente documentados, a secretaria conclama a todos os artesãos que procurem o Departamento de Cultura, localizado na Rua Felipe Schmidt, nº 494, munidos dos documentos necessários.

 

Vantagens da carteira

Segundo a profissional responsável pela emissão do documento em Mafra e região, Kelly Bianca Plácido Withoft, a carteira conta com alguns benefícios. “Com ela, o artesão tem isenção de ICMS do Estado, facilidade de acesso a microcrédito e pode até ser contribuinte autônomo/artesão para fins previdenciários”, disse.

 

A carteira tem validade de quatro anos e sua apresentação será obrigatória nos eventos de divulgação, promoção e comercialização do Programa Brasileiro do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

 

Como conseguir a carteira profissional?

Os interessados não precisam estar filiados a nenhuma associação e devem entrar em contato com o Departamento de Cultura de Mafra e preencher os seguintes requisitos, estabelecidos pela Portaria nº 14, de 16 de abril de 2012, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior:

 

  • Ser maior de 16 anos;
  • Se for estrangeiro, ter o visto de permanência no País;
  • Apresentar duas peças prontas – de cada matéria-prima/técnica adotada e foto com qualidade de cada peça;
  • Uma foto 3 x 4 colorida, recente e sem rasuras;
  • Fotocópia do comprovante de residência;
  • Fotocópia de Carteira de Identidade e CPF;
  • Fotocópia do registro da Funai;
  • Fazer o artesanato in loco.

 

Serviço

Departamento de Cultura de Mafra

Rua Felipe Schmidt, nº 494

Mais informações: 3642-0488 | 99916-8754 (Kelly)

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.