Saúde

Uso excessivo de celular e computador podem causar danos irreversíveis à visão

 

Atualmente, é praticamente impossível passar o dia sem olhar a tela da televisão, do computador ou do celular. E o uso excessivo desses aparelhos tem aumentado a incidência de problemas de visão. Inclusive, causa a “síndrome do usuário de computador”.

 

Essa síndrome é provocada pela excessiva contração dos músculos oculares externos e interno (o músculo ciliar), e causa embaçamento da visão para longe e redução do reflexo de piscar os olhos, pelos longos períodos em frente a um monitor de computador.

 

– Continua após a publicidade –

 

Nesse momento, é comum a pessoa forçar excessivamente a visão, o que pode ser a causa de dor de cabeça frontal e temporal.

 

Outro ponto preocupante é luz azul violeta emitida por TVs, celulares, computadores, tablets e lâmpadas de LED que podem causar danos irreversíveis, segundo a diretora da Sociedade de Oftalmologia Pediátrica da América Latina, Marcia Beatriz Tartarella.

 

“O efeito da radiação por fototoxicidade se acumula nas células da retina, e isso causa a degeneração da mácula, área nobre da visão”, afirma.

 

Então, é preciso estar atento a algumas dicas para prevenção de doenças da visão:

 

  • O ideal é o uso moderado dos aparelhos eletrônicos. Mas, quando não é possível, usar proteção com lentes fotossensíveis e nunca ficar por muitas horas seguidas sem pausa.

 

  • É importante ter sempre ao lado um lubrificante ocular para ser usado sempre que necessário, principalmente por quem usa celular ou computador por longos períodos.

 

  • O computador deve ficar a cerca de 50 cm de distância e alinhado um pouco abaixo da linha dos olhos, pois quando se olha para cima o olho fica mais aberto, aumentando o ressecamento e causando essa ardência.

 

  • Deve-se fazer um intervalo de cerca de 10 minutos olhando para longe, para o horizonte ou mesmo a TV, a fim de relaxar a visão de perto, a cada 50 minutos de exposição.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.