Mafra

Escolas recebem treinamento para situações de emergência, em Mafra

 

O Corpo de Bombeiros de Mafra iniciou mais um Curso Básico de Atendimento a Emergências (CBAE) neste mês, contando com 64 participantes.

 

Esta edição foi voltada a atender demandas de escolas públicas de Mafra e Itaiópolis, com o objetivo de treinar profissionais que já atuam nas escolas para responder à emergências, assim como solicitar apoio dos demais órgãos de atendimento emergencial de forma efetiva.

 

A Lei Estadual n° 16.157, que dispõe sobre as normas e requisitos mínimos para a prevenção e segurança contra incêndio e pânico, exige brigadistas voluntários em ambiente escolar, proporcional a quantidade de funcionários do local.

 

Já a Lei Federal n° 13.722, torna obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados. Esta Lei Federal é denominada “Lei Lucas” em homenagem ao garoto Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que morreu em setembro de 2017 ao se engasgar com um lanche durante um passeio escolar em Campinas (SP).

 

 

Programado para ocorrer durante este mês de maio, o curso que conta com carga horária total de 40 horas, aborda noções de atendimento pré-hospitalar, combate a incêndios, noções de percepção e gestão de risco e conhecimento e uso de sistemas preventivos de combate a incêndio.

 

Através de aulas teóricas e práticas ministradas pela equipe de bombeiros militares e comunitários, os alunos serão capacitados para agir em situações de emergências.

 

O curso ainda tem o intuito de selecionar membros da própria comunidade para habilitação e atuação como bombeiros comunitários, após a conclusão.

 

Com informações do Corpo de Bombeiros de Mafra.

 

– Continua após a publicidade –

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.