Mafra

Próximo encontro da rede de apoio a pessoas enlutadas será nesta quinta-feira

 

A secretaria de Saúde realiza nesta quinta-feira (16) o próximo encontro do Grupo de Apoio a Perdas Irreparáveis, a partir das 13h30, no auditório da Amplanorte.

 

O grupo é destinado para pessoas enlutadas, mas é aberto a qualquer um que queira falar sobre a perda. Também não há restrição quanto à posição filosófica, política ou religiosa que as pessoas escolheram adotar.

 

– Continua após a publicidade –

 

O essencial para a participação das reuniões é a disponibilidade para se abrir diante de vivências comuns e respeitar o direito de todos os presentes de também se manifestarem. Os encontros acontecem uma vez ao mês.

 

Segundo a fundadora nacional da rede de Apoio a Perdas Irreparáveis (API), Gláucia Tavares, o luto não é depressão e pode ser elaborado com a construção responsável de redes de apoio.

 

“O compartilhar de experiências traçará a linha mestra na busca de conforto, orientação e ajuda”, diz.

 

O que é o API?

A rede API nasceu da necessidade da troca de ideias e experiências entre pessoas que haviam perdido filhos. Hoje, é uma rede que se propõe a dar apoio a pessoas enlutadas e oferecer um espaço de acolhimento e compartilhamento de vivências.

 

A partilha de experiências comuns pode oferecer benefícios, como:

  • Sentido de pertencer a um grupo mais amplo;
  • Sensação de ajudar a si mesmo ao ajudar os outros;
  • Esperança promovida pela percepção de como outros enfrentaram a situação;
  • Reconhecimento de que a espiritualidade, independente da opção religiosa, é uma base de sustentação efetiva.

 

Serviço

Grupo de Apoio a Perdas Irreparáveis (API)

16 de maio às 13h30

Auditório da Amplanorte

Rua Maria do Espírito Santo, 400, Centro

Próximos encontros: 13 de junho, 18 de julho, 15 de agosto, 19 de setembro

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.