Policial

Operação flagra mais de 2 mil veículos acima da velocidade máxima, em Mafra

 

De 2 a 11 de maio, nas rodovias federais que cortam a região de Mafra (BRs 280 e 116), não foi registrado nenhum acidente com morte ou vítima grave causado por excesso de velocidade ou por colisão frontal.

 

Parte disso se deve à Operação Onda de Velocidade, que teve por objetivo reduzir o índice de acidentes causados pela pressa de alguns condutores e, ao mesmo tempo, coibir ultrapassagens em locais proibidos que também podem levar a graves colisões.

 

– Continua após a publicidade –

 

Durante os 10 dias de operação, policiais se posicionaram em locais com maior probabilidade de acidentes causados por velocidade excessiva combinada com ultrapassagens em locais proibidos.

 

Neste período e nestes locais, foram flagrados 2.083 motoristas acima da velocidade máxima para as rodovias da região, que é de 80 km/h. O destaque negativo foi para o motorista de um VW/Tiguan que passou a 188 km/h, mais que o dobro do permitido.

 

Simultaneamente, os agentes também fiscalizaram as ultrapassagens irregulares, que somaram 30 flagrantes. Outras 39 infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) foram verificadas.

 

A Operação Onda de Velocidade também acontecerá em outras regiões de Santa Catarina nos meses de maio e junho.

 

Com informações da Polícia Rodoviária Federal.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.