Papo de Mãe

Toda grávida deveria saber

Durante toda a gestação as pessoas mais próximas e até aquelas não tão próximas assim falam demais.

 

“Compre poucas roupinhas RN porque o bebê vai crescer muito rápido e vai deixar tudo”. “Lave tudo com sabão próprio para o bebê, não use amaciante, passe tudo antes de guardar”.

 

Me disseram que eu deveria aproveitar e dormir muito antes do parto, porque o bebê acordaria a noite toda.

 

– Continua após a publicidade –

 

Ensinam muitas coisas, falam demais mesmo. Mas não falam sobre o desespero que é ouvir o primeiro choro.

 

Não falam que é normal, que bebês choram mesmo. Que é a forma deles de se comunicarem.

 

Não ensinam que você deve parar, respirar, ficar em silêncio para poder ouvir o seu instinto de mãe.

 

Não falam que é normal você se sentir exausta ao ponto de achar que não vai conseguir levantar pela manhã.

 

Dizem que você não deve pegar muito no colo, mas quando dão esse conselho esquecem que falar isso chega a ser pecado se colocarmos na balança a velocidade do tempo.

 

E tudo isso que se esconde por baixo dos panos é o que gera culpa. Que faz a gente se sentir ET. Errada. Achar que não sabemos ser mãe.

 

Falam sobre como o bebê deve dormir, como deve se alimentar, como devemos cuidar, mas esquecem que cada relação de mãe e filho é única, que não tem receita.

 

Falam que você deve abrir mão de tudo pelo filho, mas não falam que para cuidar do seu bebê você é a primeira pessoa que precisa estar bem.

 

Não falam sobre a importância do amor próprio da mãe e muito menos que as pessoas em volta precisam cuidar com muito carinho dela.

 

Não falam sobre a importância da gentileza com a mãe que acabou de nascer. Ninguém fala que é a fase da vida que a mulher mais precisa de atenção.

 

Não falam que seu bebê irá tomar tanto seu tempo que se você não se olhar um pouquinho se perde.

 

Esquecem de falar da importância do autocuidado. Se olhar no espelho, pentear o cabelo, comer uma comida quentinha, escutar uma música.

 

Todo mundo sabe falar bem sobre os cuidados com o bebê. Porém, sobre os nossos reais sentimentos não temos ensinamentos, nem preparação.

 

Por isso mãe, foque na sua mente. Não esqueça de você.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.