Papo de Mãe

O meu bebê já pode passear?

Depois do parto, a vontade é de voltar logo para a casa, mas rapidinho, surge a necessidade de respirar e ver o mundo lá fora.

 

Daí vem aquele medo de por em risco a saúde do pequeno. Uma vez que não existe um consenso, compartilho algumas orientações com você.

 

“Ele é tão fraquinho… pequenininho… não vai adoecer?”

 

– Continua após a publicidade –

 

Relaxe! Seu bebê não é tão frágil assim. Claro que a cada dia que passa, junto com a vacinação, ele fica mais resistente a uma série de doenças e mais forte caso seja atingido por alguma delas, mas vocês não precisam ficar enclausurados semanas a fio.

 

Ar fresco vai fazer muito bem a você e ao seu bebê, independente da idade, contanto que tomem alguns cuidados. Anota aí:

 

  • Evite aglomerações. Quanto mais gente por perto, maior a possibilidade de alguém doente se aproximar. Locais com muitas crianças em idade escolar, por exemplo, são um reservatório de viroses para seu filho.

 

  • Procure ambientes arejados. Em caso de alguém doente por perto, os patógenos teriam menos chance de atingir o seu bebê. Uma boa progressão seria: até os três meses, procurar ambientes abertos e depois disso, ficar livre para escolher. Dê preferência aos horários de menos movimento.

 

  • Vista seu bebê com as mesmas camadas de roupas que você e leve uma camada extra em separado. O sling é uma das melhores saídas: mantém um bom controle da temperatura e protege o bebê das abordagens “sem noção” de curiosos.

 

  • Viagens de avião são recomendadas após 28 dias de vida, porém em caso de necessidade, as companhias aéreas autorizam embarque a partir de 7 dias.

 

  • Cautela na exposição ao sol (principalmente antes dos seis meses).

 

Só você sabe o quanto precisa ver o mundo e mostrá-lo ao seu bebê. Não de atenção aos olhares recriminatórios. Você também tem de estar pronta para alçar este vôo. Para ganhar segurança, faça passeios curtos. Comece visitando a casa de pessoas que lhe passem confiança. Uma esquina a mais por vez. “Des-pa-ci-to”.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.