Rio Negro

Durante protesto, moradores da Roseira, Retiro e Cunhupã pedem fim da cobrança do pedágio

 

 

Moradores das comunidades de Roseira, Cunhupã, Tijuco Preto e Retiro Bonito se mobilizaram durante protesto realizado na manhã deste sábado (7), e abriram as cancelas do pedágio em Rio Negro, na BR-116.

 

Ao longo da semana, pelas redes sociais, os organizadores disseram que a manifestação seria pacífica. Não houve registro de confusão. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanhou a mobilização e só interviu quando chegou um Mandado de Segurança, expedido pela Justiça Federal determinando o fim do protesto.

 

Os moradores pedem a isenção na tarifa cobrada pela Autopista Planalto Sul, concessionária do Grupo Arteris e responsável pelo pedágio.

 

Há duas semanas os moradores também estiveram na Câmara Municipal exigindo o fim da cobrança, que segundo eles é abusiva.

 

Outra reclamação dos moradores é a falta de mobilização política sobre o tema e a falta de manutenção na estrada principal da Roseira, que serve de desvio.

 

– Continua após a publicidade –

 

Em nota, a concessionária ressaltou que o projeto que definiu os locais para construção das praças de pedágio teve anuência Agência Reguladora, e que, no caso dos moradores de Rio Negro, existe uma via pública como alternativa para utilização.

 

Desabafo: assista vídeo gravado pelos moradores

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.