Mafra

Artista se destaca na Festa das Etnias através do grafite

 

Mafra tem revelado diversos artistas nas mais variadas formas de expressão da arte. Um deles participou efetivamente dos festejos do aniversário de Mafra, no final de semana. Com seu grafite, o artista Dion Luis Hable de Oliveira foi observado por centenas de pessoas, que passaram pelas comemorações da 2ª Festa das Etnias.

 

Mafrense e morador do bairro da Restinga, Dion descobriu no grafite a forma de se comunicar com o mundo.

 

– Continua após a publicidade –

 

Desde criança sua brincadeira predileta era desenhar. A brincadeira ficou séria quando conheceu, aos 16 anos, o movimento hip hop, em que o grafite é um dos elementos. Nasceu aí um amor eterno e, em consequência, uma profissão.

 

Dion tem espaços conhecidos nas duas cidades, como no Ginásio Wilson Buch e na pista de skate de Rio Negro. Ele também tem obras em Curitiba, Joinville, Florianópolis e em diversas cidades do litoral catarinense. Também começou a passar suas técnicas nas oficinas da Casa da Cultura, no período de 2013 a 2016.

 

Durante o final de semana, ele expôs um painel de cerca de 9 metros, mostrando as diversas etnias da miscigenação de culturas que ajudaram a construir Mafra. O desenho foi feito ao vivo e em frente a todos os que assistiam o desfile de 7 de setembro e a festa de 102 anos do município.

 

 

Persistência e perseverança

Persistência e resistência são as palavras que Dion definiu como chaves para sua vida, em razão do desestímulo que sentia quando declarava sua profissão. “Mas grafite, isso não te leva a nada?”, argumentavam. Mas ele não desanimou e hoje recomenda o grafite a todos que desejam trilhar por este caminho. “Acreditem e sigam o projeto de fazer o que gostam”.

 

Pra ele o grafite é uma arte que sempre tem uma mensagem importante sendo dita, que precisa ser entendida e respeitada. “O grafite foi a forma que encontrei para me expressar enquanto artista, é minha válvula de escape e meu ganha pão”, diz.

 

Com informações da secretaria de Cultura de Mafra.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.