Rio Negro

Paraná lança edital para venda de propriedades públicas sem uso em Rio Negro

 

A Secretaria de Administração e Previdência do Paraná lançou edital para a venda de duas propriedades em Rio Negro. As propriedades estão sendo vendidas com outras 22 pertencentes ao Estado através de processo licitatório.

 

Os interessados em adquirir o imóvel devem enviar as propostas para a secretaria até o dia 21 de outubro, às 14 horas.

 

– Continua após a publicidade –

 

O pagamento de cada propriedade pode ser à vista ou em seis parcelas, com a primeira totalizando 20% do valor total. Será declarada vencedora a proposta de maior valor.

 

No caso de empate, será realizado sorteio na sessão pública de abertura dos envelopes. Para habilitar-se, o licitante deverá comprovar o recolhimento da quantia correspondente a 5% do valor da avaliação do imóvel pretendido.

 

Um dos imóveis fica no Centro da cidade, na Rua Dr. Getúlio Vargas, nº 661. A área totaliza 827,23 m², sendo 204,90 m² de área construída, dividida em duas edificações. O preço mínimo é de R$ 483,9 mil, sendo necessário apresentar valor de caução de R$ 24.195,00. Veja as imagens do local, clicando aqui.

 

O outro será um imóvel rural, com área de 2.500 m², sem área construída. O lance mínimo é de R$ 85 mil. O valor de caução está em R$ 4.250,00. Veja as imagens do local, clicando aqui.

 

Licitação

Os 24 imóveis que estão sendo vendidos pelo Paraná fazem parte do processo de otimização de uso dos espaços públicos do Estado, que está entre as propostas do Plano de Governo do governador Carlos Massa Ratinho Júnior.

 

A sessão pública para abertura dos envelopes contendo as propostas de preços e habilitação será no dia 21 de outubro às 14 horas, no Palácio das Araucárias, em Curitiba.

 

Os detalhes estão no Edital de Concorrência Pública 37/2019, disponível no Portal da Transparência.

 

Com informações da Agência de Notícias do Paraná.

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.