2020, o que foi isso?

Todos sentiram que no fim, o que realmente importa é o tempo que destinamos a quem amamos.

 

Se fosse para descrever de alguma forma este ano que está chegando ao fim, seria algo como: inesperadamente devastador.

 

Milhares e milhares de famílias perdendo seus entes queridos e amigos para uma pandemia que dominou os quatro cantos do mundo causando uma sensação estarrecedora de ansiedade.

 

Não é para menos, muitas pessoas perderam seus empregos, a estabilidade financeira, emocional e física. Justificadamente, passaram para um cenário onde o mal-estar paira quase que 24h/dia.

 

Nesse entremeio de dúvidas e privações, a busca por novos caminhos e objetivos se perfectibilizou, fazendo com que muitos saíssem de suas zonas de conforto para tentar mudar de vida, mesmo que timidamente.

 

Qualquer sinal de esperança foi agarrado com imensa força, no intuito de fazer com que os ares fossem mais razoáveis de serem inspirados. Adeus ao fim da monotonia!

 

Pais ficaram mais com seus filhos, netos valorizaram a presença dos avós queridos, a família enfim se tornou centro, e todos sentiram que no fim, o que realmente importa é o tempo que destinamos a quem amamos.

 

E se não em meio ao caos de uma epidemia de saúde pública, quando?

 

Pois é. Algo simples, passado de geração a geração, e que o mundo se deu conta só agora. Mas, como eu sempre digo: Antes tarde do que mais tarde! Não é mesmo?

 

Fielmente, creio que 2020 apesar de trazer sofrimento a tantas pessoas e ceifado tantas vidas inocentes, veio para nos mostrar pelo que vale a pena viver. Para nos permitir entender que o amanhã não espera por ninguém e que a nossa hora, uma hora chega.

 

Então se você me permitir um mero conselho, sugiro que no segundo seguinte da virada de ano, feche os olhos e agradeça por ter quem ama e pela reciprocidade no cuidado que você semeou. Que o amor e a felicidade sejam mais importantes e dignos da sua atenção, e que você ressignifique todas as tempestades que este ciclo lhe trouxe. Fique em paz, abraço!

 

Para mais textos, me acompanhe no Instagram @hannices.

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.