Coligação “Renova Mafra” pede indeferimento da candidatura de Emerson Maas

Emerson Maas classificou a ação como: “ataques infundados com objetivo de confundir os eleitores e desestabilizar as candidaturas, procedimento típico da velha política”

Continua após a Publicidade

A coligação “Renova Mafra” moveu na quinta-feira (22) uma representação eleitoral com pedido de tutela de urgência e concessão de medida liminar contra o candidato a prefeito, Emerson Maas (Podemos). A coligação que tem como candidata a prefeita Adriana Dornelles Paz Kamien (PSDB) pede que Maas seja proibido de receber currículos durante a campanha eleitoral, a aplicação de multa e cassação do registro de candidato.

 

O argumento para o pedido feito à Justiça foi baseado na fala do candidato Emerson Maas durante debate eleitoral promovido no dia 16 de outubro, em um colégio local. Durante seu discurso Mass pediu que profissionais com conhecimento ou experiência em gestão pública, que mandem currículo a ele.

 

“…vamos escolher os melhores para trabalhar conosco. Aquele que tiver interesse, pode já mandar o seu currículo…” frisou o candidato em seu discurso.

 

O pedido com base no que dispõe o artigo 41-A da Lei 9.504/97, que proíbe a captação de sufrágio, ou seja, a troca do voto por qualquer modalidade de benefício. Tendo sido a liminar deferida se Maas receber currículo de pretensos candidatos à vaga de emprego em possível administração do Podemos em Mafra, terá que pagar uma multa de R$ 1.000,00.

 

A situação de eventual cassação do registro ou do diploma  será analisada em momento posterior, após apresentação de defesa.

 

O outro lado

Ouvido pelo Riomafra Mix, o candidato Emerson Maas classificou a ação como “ataques infundados com objetivo de confundir os eleitores e desestabilizar as candidaturas, procedimento típico da velha política, na qual o embate eleitoral não é fundado em ideias e propostas, mas sim em picuinhas” e completou: “As velhas práticas de desacreditar as pessoas de bem, para que no meio político remanesçam somente pessoas de má-fé, hoje não iludem mais o eleitor consciente.

 

Emerson também frisou que sua campanha permanecerá somente com discussão de propostas e não com ataques a concorrentes.

 

 

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.