Autismo: como identificar os sintomas precocemente

Dentre os sintomas, estão atrasos na comunicação e interação social e alguns padrões de comportamento repetitivos.

 

Continua após a Publicidade

No Espaço Família desta semana, a pediatra Michelli Kalil recebeu o neuropediatra Lincoln Nascimento para falar sobre o transtorno do espectro autista.

 

De acordo com Lincoln, os critérios diagnósticos deste transtorno se tornaram muito mais amplos nas últimas décadas. “Atualmente o espectro autista é diagnosticado em diferentes níveis, levando em conta o grau de dependência, de necessidade, auxílio e supervisão da criança”, conta.

 

Dentre os sintomas, estão atrasos na comunicação e interação social e alguns padrões de comportamento repetitivos, chamados de estereotipias. A criança também pode ter um padrão sensorial diferenciado e se assustar com um barulho específico ou se incomodar de maneira desproporcional com algum padrão tátil.

 

“Quando um determinado padrão se repete, é importante buscar ajuda profissional, porque a intervenção precoce através de terapias fonoaudiológicas, ocupacionais, de psicologia, fazem toda a diferença. A criança pequena que é exposta a este tipo de tratamento desde cedo pode ter uma integração na sociedade de maneira excepcional”, conta.

 

Assista ao vídeo:

 

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.