Afinal, como funciona o teste rápido para covid-19?

Você sabe como funciona o teste rápido para covid-19? Em vídeo, bioquímica do laboratório Unimed, Luciane Rodrigues, explica os diferentes tipos de exames e como eles são feitos. Confira:

 

Continua após a Publicidade

Segundo a bioquímica do laboratório de Mafra, Luciane Rodrigues, os testes rápidos, em geral, verificam se o paciente tem anticorpos para o novo coronavírus. Na unidade em Mafra, foi montando um sistema de drive-thru para atendimento e realização do exame.

 

Teste RT-PCR

O teste RT-PCR é considerado um dos principais para identificar a presença do coronavírus no organismo. Em geral, ele funciona identificando a presença do RNA (do vírus responsável pela covid-19) na amostra analisada.

 

“O PCR possui 99% de precisão, fica pronto em 48 horas e pode ser coletado pelo swab (um cotonete longo e estéril) nasal ou oral. Ele é indicado na fase inicial da doença, após o terceiro dia de início dos sintomas”, disse Luciane.

 

Testes sorológicos

Os testes sorológicos ou baseados em anticorpos usam uma amostra de soro sanguíneo e podem fornecer resultado positivo, mesmo que o doente ou portador assintomático se recupere e o vírus não seja mais localizado.

 

Para evitar os chamados “falsos negativos”, esses testes são mais indicados após, pelo menos, 10 dias do paciente apresentar os sintomas. Isso porque o organismo só começa a produzir anticorpos em quantidade detectável depois desse período.

 

Testes rápidos

Outro teste disponível são os testes rápidos. Devido ao aumento do número de casos, esses testes têm a vantagem de revelar o resultado em questão de 15 minutos. “Ele é coletado através do swab , que é aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta logo atrás do nariz e da boca) e tem um poder de assertividade menor, com 80% de precisão”, explica.

 

Serviço

Unimed – Mafra

Av. Coronel Severiano Maia, 718, Centro

0800-648-0400

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.