Concurso da Polícia Civil do Paraná é suspenso por risco à saúde

Governador do Paraná classificou decisão como ‘inaceitável’ e ‘desrespeito’ e afirmou que culpados serão responsabilizados.

 

Continua após a Publicidade

O Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR), suspendeu a realização do concurso público da Polícia Civil do Paraná, horas antes do início das provas, que estava previsto para este domingo (21). O processo seletivo abriu 400 vagas para delegados, investigadores e papiloscopistas.

 

Apoie nosso jornalismo. Assine o Riomafra Mix, clicando aqui.

 

Nas redes sociais, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), afirmou que a decisão é “inaceitável” e que o governo estadual “não compactua com esse desrespeito”. O governador disse ainda que foi cobrado esclarecimentos dos fatos e que “os culpados serão responsabilizados”.

 

Segundo o governo, um processo administrativo será aberto contra o NC-UFPR por quebra de contrato.

 

A organização alegou que nem todos os locais de Curitiba e Região Metropolitana tinham condições de segurança indispensáveis para a realização da prova e que isso colocaria “em risco a integridade das avaliações e o tratamento isonômico dos candidatos”.

 

Segundo a organização, a prova aconteceria em 350 locais em Curitiba e 19 em outras cidades do estado para cerca de 106 mil candidatos.

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.