Alesc pode votar destino de Moisés esta semana

A disputa nos bastidores pela possível sucessão do governo catarinense não é para amadores. Essa polarização coloca em lados opostos Merísio e Júlio Garcia, que encabeçam as principais forças dessa disputa.

Continua após a Publicidade

 

O plenário da Assembleia poderá antecipar a votação do impeachment do governador Carlos Moisés (PSL), inicialmente previsto para o dia 22 (terça-feira), para a próxima quinta-feira (17), segundo apurou a coluna.

 

A antecipação demonstra que a disputa nos bastidores pela possível sucessão do governo catarinense não é para amadores. Essa polarização coloca em lados opostos Merísio e Júlio Garcia, que encabeçam as principais forças dessa disputa.

 

O relatório da Comissão Especial de Impeachment, que tem o deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) como relator, está pronto e deve ser votado às 9 horas desta terça-feira.

 

Ao que tudo indica, a comissão deverá reconhecer a existência de crime de responsabilidade no reajuste do salário dos procuradores do Estado e colocar o governador na posição mais delicada desde que assumiu em 1º de janeiro de 2019.

 

Nos bastidores, muitas conversas e até mesmo chances de novas alianças para livrar o afastamento não estão descartadas. Os dias correm e a antecipação para a próxima quinta, ou uma espera até a próxima semana pode virar tudo.

 

Velha senhora

Após 38 anos, a Ponte Hercílio Luz, principal cartão-postal de Santa Catarina, voltou a receber a circulação de veículos particulares. Em fase de teste, o tráfego liberado na manhã de segunda-feira, 14, permite a passagem de carros de passeio, algo que não estava previsto inicialmente. Assim, a estrutura retorna ao cotidiano de catarinenses e visitantes, que poderão atravessar de carro a mais antiga ligação entre o continente e a Ilha.

 

Troca-troca

Duas exonerações no governo catarinense chamaram a atenção pelo peso das figuras. Os comandos do Iprev e da Defesa Civil terão novos nomes. O coronel João Batista Cordeiro Júnior entregou o cargo alegando motivos pessoais e vai ser sucedido por Aldo Baptista Neto, adjunto da Saúde. No Instituto de Previdência, Kliver Schimidt saiu para dar lugar ao economista Marcelo Panoso Mendonça.

 

Cerveja

A holandesa Heineken anunciou que haverá reajuste de preços da cerveja no Brasil em virtude da alta do dólar. A marca que tem conseguido grande expansão no mercado nacional nos últimos anos disse que a nova tabela de preços de seus produtos já vale desde o início de setembro, segundo informou o Estadão Conteúdo.

 

Sobras

O governador Moisés da  sancionou o projeto de lei que permite às prefeituras utilizarem livremente as eventuais sobras de recursos financeiros das emendas parlamentares destinadas aos municípios ou de quaisquer outros convênios. A lei foi originada de um projeto de lei de autoria dos deputados Marcos Vieira (PSDB) e Mauro de Nadal (MDB).

 

Shoppings

Desde o último fim de semana, os shoppings da Capital voltaram a abrir as portas aos domingos. A autorização foi dada por meio de decreto municipal e os estabelecimentos terão que cumprir as normas de segurança estabelecidas para evitar contaminações.

 

Escolas

Relatório da OCDE divulgado na semana passada coloca o Brasil no grupo dos países com mais tempo de escolas fechadas desde o início da pandemia. Segundo o relatório, até o fim de junho, de 46 países avaliados, 52% fecharam suas escolas por 12 a 16 semanas e 28% mantiveram fechadas por 16 a 19 semanas. O Brasil, onde a maioria ainda segue fechada, está com 16 semanas contabilizadas até 30 de junho.

 

Gente

Nossa A empresa que carrega no slogan o bordão “Gente Nossa”, o Koerich, está entre as empresas mais engajadas em inovação aberta no Brasil. A catarinense do varejo apareceu no ranking “Top 100 Open Corps”, anunciado na 12ª edição da Oiweek (Open Innovation Week). Muito disso se deve ao KLAB, um laboratório voltado às novas necessidades dos clientes e que visa estudar as constantes mudanças de hábitos de consumo.

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.