Motociclista morre após ser arrastado por trem de São Bento do Sul até Mafra

O homem, identificado pelas iniciais D.D.R, de 57 anos, foi arrastado de São Bento do Sul por cerca de 50 quilômetros até a Vila Solidariedade, em Mafra.

Continua após a Publicidade

 

Um motociclista morreu na madrugada desta sexta-feira (20), por volta das 4 horas, após ser atropelado e arrastado por um trem por mais de 50 quilômetros, de São Bento do Sul até Mafra.

 

A vítima, identificada como Djalma Dias Rodrigues, de 57 anos, conduzia uma moto Honda/NXR150, quando colidiu com o trem no km 114,0 da BR-280, em São Bento do Sul (próximo ao “trevo do Zé Colmeia”). Com o trem em movimento, o corpo do motociclista foi arrastado até a Vila Solidariedade, em Mafra, onde foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros, por volta das 9h40.

 

 

A moto foi encontrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em São Bento do Sul, sob a linha férrea, com marcas de sangue e uma parte da perna da vítima.

 

A Polícia Militar e a empresa de vigilância férrea isolaram o local e acionaram a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP), que recolheu o corpo por volta das 11h30.

 

Foi necessário que a composição de vagões realizasse uma manobra de recuo para que o corpo se desprendesse do rodado, facilitando a manipulação pelos agentes do IGP.

 

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.