Operação desmantela célula de facção criminosa que atuava em Mafra e região

A ação conjunta das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, além do DEAP, cumpriu mandados de prisão e apreendeu drogas e munições.

Fotos: Robson Komochena

 

Continua após a Publicidade

 

Uma operação conjunta entre as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, além do DEAP, prendeu 12 pessoas e apreendeu drogas e munições na manhã desta quarta-feira (9).

 

Batizada de “Operação Porteira Fechada”, a ação ocorreu em Mafra, Canoinhas e Joinville, com a partição de cerca de 60 policiais dos quatro órgãos.

 

Na operação, foram apreendidos 4,5 quilos de maconha, 400 gramas de crack, 60 gramas de cocaína, 30 munições, dois rádios comunicadores e embalagens para acondicionamento de drogas.

 

As polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, além do DEAP trabalharam de forma conjunta na ação.

 

Foram presos sete homens e uma mulher em Mafra, um homem e uma mulher em Canoinhas e dois homens em Joinville. Duas pessoas ainda estão foragidas em Mafra.

 

A Polícia Civil destacou se tratar de uma célula do Primeiro Grupo Catarinense, mais conhecido pela siglas PGC, maior organização criminosa de Santa Catarina, que atuava na região.

 

A ação, inédita no Planalto Norte, segundo os representantes das quatro forças, representa a nova política institucional adotada pelos comandantes, adotando uma atuação conjunta na troca de informações contra o crime organizado.

 

 

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.