Saúde e entidades avaliam retomada de setor de eventos em SC

Ainda não há prazo para definição sobre uma possível liberação.

Continua após a Publicidade

 

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde recebeu nesta segunda-feira (19), representantes de casas noturnas, buffets e demais áreas de eventos privados de Santa Catarina. Foi debatida a atualização da portaria nº 710 para uma possível retomada das atividades.

 

A reivindicação do segmento é que o estado avalie uma retomada a partir de flexibilizações na portaria, o que permitiria a possibilidade de abertura de eventos na região classificada na cor laranja na Matriz de Avaliação de Risco Regional.

 

A superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Bittencourt, lembrou os representantes de que todas as regras sanitárias definidas por portaria envolveram debate de área técnica e instituições representadas no Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES). A preocupação do estado é com a demanda dos leitos na Saúde Pública.

 

“Somos sensíveis a observar cada situação e analisar de que forma técnica podemos agir. A atividade dos eventos privados é a demanda mais complexa. As pessoas vão para ter contato, para ficarem próximas. E há exemplos em países como a Itália que mostram que tiveram que retroceder na flexibilização, depois da percepção do contágio entre os mais jovens”, destacou Raquel.

 

A reunião durou cerca de duas horas e contou com a presença de representantes do setor e de instituições como o Ministério Público. Ainda não há prazo para definição sobre uma possível liberação.

error: O conteúdo é de exclusividade do Riomafra Mix.